top of page

Cicatrizando

Convivendo com a Fibromialgia e problemas psicoemocionais.

Como disse Juvenal, o poeta romano: “Mens sana in corpore sano” (Mente sã em um corpo sã). Estou aqui buscando exatamente isso. O em busca da minha cura e cicatrizando.com é um veículo que encontrei para externar o que estou sentindo e vivendo. Além do desabafo que ajuda a aliviar, quero mostrar as(os) leitoras(es) que não estão sozinhas(os), sei que ninguém nos compreende, aqui podemos trocar experiências e ajudarmo-nos uma as outras (uns aos outros). Dedique alguns momentos para ler os meus posts e  compartilhar a sua história.

Buscar
  • Foto do escritorTiane d'Souz

Somos uma gota no oceano, ou, um oceano em uma gota?

Engraçado como no interligamos a tudo, menos ao mais importante que somos a nós mesmos. Sempre nos vemos como uma gota no oceano, se essa perspectiva for pelo número de habitantes, sim somos, mas o oceano sempre estará menor sem cada gota que sair, desistir "evaporar'. Contudo, como percebermos que cada gota tem seu próprio oceano, seu mundo interno, e cada gota tem suas próprias Atlantes, heróis e monstros(...)

Não tem como opinar, comparar reações, emoções, abalos, da mesma forma as atitudes, são universos, inteligências em organismos vivos. Assim como um remédio age de maneiras diferentes, ainda que usados para o mesmo fim.

SE VOCÊ REALMENTE ACHA QUE SUAS OPINIÕES E CONSELHOS SÃO TÃO BONS E PPERFEITO, peço um momento de reflexão e honestidade, SUA VIDA NUNCA DEVE UM PROBLEMA NÃO RESOLVIDO? VOCÊ É QUEM SONHOU QUANDO CRIANÇA? SENTE-SE REALIZADO EM TODAS AS ÁREAS DE SUAS VIDAS? ATINGIU O ÁPICE DO TEU POTENCIAL? E O MELHOR NÃO TEM PROBLEMA DE SAÚDE E MENOS AINDA FINANCEIRO? Se você não respondeu sim para todas as perguntas supracitadas, e muitas outras não ditas, VOCÊ NÃO MORAL OU RAZÃAO PARA DESTILAR TEU VENENO ACHANDO-SE A RAINHA (REI) DA COCADA PRETA E OPINÃO DESFREADAMENTE TODAS AS SUAS FRUSTRAÇÕES NA VIDA OLHEIA.

Infelizmente ou tive que regredir um pouco mais o meu convívio social com algumas pessoas que deveriam estar aqui me apoiando, seres que nossa sociedade nos engana afirmando que sempre devemos contar com A ou B, são da família, parentes, amigos de longa data, "irmãos" de crença... Até enxergamos que subestimamos ou superestimamos aquelas pessoas, focando no amor e papel dos quais esperamos que elas desenvolva, cometendo o erro de não olha para o oceano que há naquela gota.

Tem um papel ou fazer parte de nossas vidas por escolhas nossas, ou delas, é uma ínfima parte do todo que cabe naquele multiverso dentro de cada gota, cada ser. cabe a mim decide o quanto permitirei sei influenciada pela pessoa e suas opiniões /pensamentos /conselhos. Não tenho direito a mudar nenhuma gota, mesmo aquelas que decidimos fundir em nome do amor, temos que nos adaptar, ou partir para novas águas. POR QUE EU SÓ ENTENDI ISSO AGORA? NÃO ESCREVER? ESTAVA NUMA VIAGEM SEM VOLTA, NÃO PODIA TRAZER NINGUÉM COMIGO, MESMO A DECISÃO NÃO SENDO MINHA, NO ENTENTO A INFLUÊNCIA ERA. Vejo que muitos leem caladinhos com medo de se expor, se sair da caixinha significa que você não faz mais parte de nada. É como se fosse um câncer, todos querem ficar longe para não se contaminarem. Quanta ignorância.

Meu filho q1ue na época tinha 10 anos me surpreendeu com duas frases que abalaram tudo que eu pensei saber, quão importante e sou necessária em sua vida. Meu marido é um neandertal, todavia, seu amor por mim é inegável, ficou claro pouco antes da data limite, por duas vezes ele percebeu não faço ideia como que ia me perder, que eu partiria sem me despedir. Minha terapeuta tenho como amiga/irmã. Ela não apenas atendeu nos dias das sessões, ele leu minha despedida silenciosa e trabalhou muito, sessões extras, mensagens, ligações, alertas ao meu esposo e mostrando que uma recaída não quer dizer que tudo estava perdido.

Consegui mudar do ambiente que me adoeceu e era insustentável me manter lá, cheguei no meu limite pouco antes da pandemia, Ela atrapalhou muito minha saída de lá e cada momento eu cavava mais fundo o meu poço.

Agora, estou longe, nem por isso que dizer que estou curada ou que já recair aqui, mas tive (juntei) minhas forças mas rápido, aqui é muito mais fácil por um fim.

Agora, vamos usar um poco do nosso QI e das nossas sinapses. Por que eu tenho que dar um fim em todo meu potencial divino, que é o dom da vida, por quem nem se dará ao trabalho de fingir chorar no meu funeral? Quer saber quem estou matando? A importância que as víboras tem na minha vida. As opiniões antes mesmo de terminarem de explaná-las, e me afastando de tudo que não me deixa confortável. Hoje eu posso querer a tua companhia, amanhã já não é o momento, simples, explico que estou indisposta para tal, e vejo se podemos marcar outro dia.

Deixe de usar 98% de todas as rede sociais fiquei apenas uma de mensagem instantânea não era o que a família usava, entretanto, era o única que eu suportava usar e sabia que quase ninguém usava, po9r isso a escolha desse, Só instalariam aqueles fiéis, que realmente me amavam, ou precisavam para alguma coisa. Outrossim, meu melhor amigo disse: ESSE EU NÃO USO NEM QUE ME PAGUE! e agora? Foi tão simples, ele mesmo deu a solução, que tal Y, esse eu instalo se você também quiser instalar. tenho Y até hoje para falar com ele e ele comigo. Somos amigos de juventude, é amigo do meu marido, padrinho de nosso casamento e do caçula.


Depois das duas últimas semanas bem difíceis com todos os tipos de venenos, dei um basta com educação e gentileza. Sem deixar de ser firme em minha decisão, foi o começo da mudança de postura. Passei tão mal, crise de gastrite nervosa, náuseas, vômitos, dores em locais que não fazia ideia que existisse. A cere3ja do topo do bolo, com as atualizações da saúde de meus pais e minha gata saindo de casa (a pessoa que foi paga para instalar as telas de proteção até hoje não instalou). Tive a ingrata surpresa de desenvolver Herpes Zóster, aquele vírus da catapora ou varicela (não sei como você conhece), estourou algumas bolinha em minha perna (4 para ser específica). Basta!

E assim que hoje 23/03/24. Decidir mudar, é mais uma etapa de cura, infelizmente não é egoísmo ou deixar de me importar, nem deixar de ser altruísta. Como diz minha psicóloga não tem como eu carregar a carga de todos, foi assim que adoeci. Tentando salvar todos, me dedicando, preocupando, sacrificando e esquecendo de cuidar de mim. Cabe a cada um a sua parte, são consequências da escolha individual de cada um.

O mais irônico é que eu não desejo mal a quem fez da minha vida um inferno, Inclusive ajudei a todos os envolvidos nas situações que foram verdadeiras torturas psicológicas. Ainda assim, "o pivô" de todo o mal, o ponto central, está com diagnóstico clínico de FM. Realmente, desejo que não se comprove com os exames, que exista uma causa que tenha sintomas parecidos, mas que haja cura.


Hoje priorizo minha paz, mais que quaisquer outra época, já dei o ponta pé inicial e comecei a andar, assim que melhorar as dores tenho um projeto traçado na evolução das atividades e vou atingir a tão sonhada QUALIDADE DE VIDA, AINDA QUE EU SEJA UMA FIBROMIÁLGICA (com tag e tdm ambos graves). Minha psicóloga me lembra o tempo todo, EU NÃO SOU DOENTE, ESTOU QADOECIDA.


Tiane d'Souz

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page