top of page

Cicatrizando

Convivendo com a Fibromialgia e problemas psicoemocionais.

Como disse Juvenal, o poeta romano: “Mens sana in corpore sano” (Mente sã em um corpo sã). Estou aqui buscando exatamente isso. O em busca da minha cura e cicatrizando.com é um veículo que encontrei para externar o que estou sentindo e vivendo. Além do desabafo que ajuda a aliviar, quero mostrar as(os) leitoras(es) que não estão sozinhas(os), sei que ninguém nos compreende, aqui podemos trocar experiências e ajudarmo-nos uma as outras (uns aos outros). Dedique alguns momentos para ler os meus posts e  compartilhar a sua história.

Buscar
  • Foto do escritorTiane d'Souz

Me sinto quebrada, "Acabou"? NUNCA, FAÇA UM LIDO MOSÁICO!


De todo o meu coração, escrevo essas frases, que demorou muito para saírem pois estava muito abalada, de nada adiantaria dizê-las se não fosse ajudar alguém , inclusive, poderia ter o efeito contrário a criança e missão do blog/site que é MOSTRAR QUE NÃO ESTAMOS SÓS, QUE É REAL, E QUE ESSES "DOUTORES(AS)" DE REDES SOCIAIS, OU QUE MESMO TE CONHECENDO DUVIDAM DA VERASSIDADES QUE DIZES, ELAS NÃO MERECEM TUA ATENÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE TEU SOFRIMENTO.

Ultimamente tenho passado muito por isso, na realidade sempre passei, só que tinham menos "especialistas da vida alheia baseado no 'short' que viram nas redes sociais". O incrível é que devendo veementemente as 'suas verdades', o que não fazem coro ao seu discurso/opinião é FAKE NEWS.

LEMBRE-SE QUE DA MESMA MANEIRA QUE OUTRAS TRANSTORNOS E PATOLÓGIAS SÃO DIVERENTES EM CADA ORGANISMO/SER, (temos os sintomas da COVID-19 como um bom exemplo) ASSIM SERÁ CONOSCO.

COM TODA A SINCERIDADE DO MEU SER, A MAIORIA , SE NÃO TODAS ÀS VEZES, QUE DEMORO DE ESCREVER AQUI SÃO DOIS MOTIVOS, PORÉM ELES SE FUNDE EM UM, ESTOU NUMA FASE DE BAIXO (COMO É SUPER NORMAL NA VIDA DE TODOS, PRINCIPALMENTE QUEM PRRECIS DE ATENÇÃO ESPECIAL POR PROBLEMAS PSICO EMOCIONAIS), SENDO ASSIM, SE NÃO TENHO PALAVRAS QUE NOS FORTALEÇA, Não serei irresponsável de escrever algo que possa piorar e minhas (meus) queridas(os) leitores endorse desejos desesperados com minhas palavras. Sei muito bem o que passa pela mente dizendo que acabará a dor e sofrimento. REALMENTE PESAMENTOS NEGATIVOS NÃO SÃO A SOLUÇÃO.


Algumas semanas atrás eu estava feliz, se tantas dores e fui fazer pequenos afares do lar que não exigisse muito de mim. Lavar um bowl de vidro, resultou numa caneca quebrada, me entristeceu um pouco e pensei, quem nunca? Passando três dias ao guarda algumas louças quebrei um monte, Não me pergunte o que aconteceu, apenas minha mão não obedeceu meu comando e abriu doeu e várias caíram (que já estavam guardadas para ilustrar menor a situação), o barulho foi tão intenso que acordou eu marido, ele e meu filho correu preocupado comigo. Penas pedi para se afastarem para não se cortarem, limpei tudo e prantei de soluçar por mais de duas horas, na realidade, perdi noção do tempo, meu filhinho tentou me consolar agradecendo por não ter me machucando, depois meus marido dizendo que isso acontece com quaisquer um e que compraríamos novos. Expliquei que o problema não é o bem material, mesmo porque temos muitos conjuntos e não fariam falta. O PROBLEMA FOI O QUE QUEBROU AQUI DENTRO <3. ME SENTIR A PIOR DAS CRIATURAS, VIREI UM PÓZINHO NO CANTO ONDE NENHUM MATERIA DE LIMPEZA ALCANÇA, VOCÊ QUE ELE ESTÁ LÁ, É INUTIL E NINGUÉM CONSEGUE SE LIVRAR.

Eu pedi o divórcio ao marido que disse que não vai me largar, principalmente agora que eu preciso de cuidados após anos cuidando de todos, pediu uma chance de cuidar de mim. Depois de ter me acalmado, meu pequeno de apenas 10 anos, como diz a gíria, veio de voadora em mim. Perguntou se eu estava melhor, disse que sim, ele: e por que eu ainda estava de cara triste? Simplesmente expliquei que estava inútil, que estou super limitada, não tenho mais o controle do meu corpo, minha visão foi afetada, os remédios fazem ter espasmos musculares, minha intelectualidade (tanto memória om cognitiva), principalmente nas mãos, que sempre treme e era muito úteis na arte, desenhos e outros papéis que eu realizava como cuidar da casa, dele, o irmão e pai. Demorou muito tempo para descobrir o que eu tinha e gastei muito esforço, tempo e dinheiro em tratamentos equivocados. E agora eu era apenas um fardo. Foi inacreditável a maturidade e inteligência emocional dele que disse: Mamãe e quem disse que só isso é cuidado? Você continua cuidando de todos nós, sem teu amor, e direcionamento estávamos perdido, você é a alma dessa casa, sem você tudo cai, és nossa fortaleza e porto seguro.

Aquilo teve um impacto tão grande que só consegui abraçá-lo e dizer o quando eu o amava entre lágrimas, ele pedido para eu não chorar e expliquei que aquelas eram de felicidade pelo que ele me ensinou e tamanho amor por mim. Conhecida como uma das mais famosas frases de Jean-Paul Sartre: ⁠Não importa o que a fizeram com você, mas o que você faz com o que o faz com aquilo que fizeram com você. E agora, o que vou fazer comigo?

Assumir algumas rédeas que estavam soltas, E comecei a retomar os projetos e diretrizes da casa. Realmente, sem uma mente de comando e por vezes a voz altiva (como a bendita fruta(mulher) ente meus homens (marido e filhos), traz suas vantagens.

Desejo, sinceramente, que expondo meus pensamentos, sentimentos e situações, possa ajudar alguém que viveu o mesmo tormento que eu de ter um diagnostico com muito mais de vinte anos dos primeiros sintomas e se culpava por tudo, Não anseio do fundo da alma que ninguém, até as pessoas que posso não gostar de mim, que nunca tenham essas doença, e menos ainda chegar numa fase tão aguda e delicada como está a minha.

Como Cris, minha psicóloga maravilhosa diz; siga o lema dos Alcoólicos Anônimos; Só mais um dia. E nisso tenho um ano de tratamento com ela (os outros só se preocupavam em receber, não se importava em ajudar o paciente/cliente). Ela me mostra cada vitória conquistada e comemora, pedido que eu faça o mesmo. Realmente vi melhoras, só microscópicas, outrossim, sem elas eu não estaria viva. Para Cris, Só gratidão, amo você!

Tiane d'Souz

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page