top of page

Cicatrizando

Convivendo com a Fibromialgia e problemas psicoemocionais.

Como disse Juvenal, o poeta romano: “Mens sana in corpore sano” (Mente sã em um corpo sã). Estou aqui buscando exatamente isso. O em busca da minha cura e cicatrizando.com é um veículo que encontrei para externar o que estou sentindo e vivendo. Além do desabafo que ajuda a aliviar, quero mostrar as(os) leitoras(es) que não estão sozinhas(os), sei que ninguém nos compreende, aqui podemos trocar experiências e ajudarmo-nos uma as outras (uns aos outros). Dedique alguns momentos para ler os meus posts e  compartilhar a sua história.

Buscar
  • Foto do escritorTiane d'Souz

Dizem que a dor é inevitável e o sofrimento opcional, será?

Atualizado: 24 de mar. de 2022


Sei que muitos acreditam nisso. Agora eu pergunto, quem quer sofrer? E mais, o que é o sofrimento?

O Dicionário Priberam define da seguinte forma: sofrimento (sofrer + -imento), Ato ou efeito de sofrer, Dor física, Pena moral.

sofrer, ele diz que é Suportar, padecer, tolerar, Ter pesar, Conter-se; reprimir-se.

Agora que conhecemos o conceito, o teórico, vamos falar disso na prática.

(...) Segundo estudos da Sociedade Europeia de Cardiologia, a dor de ter um “coração partido” pode ser real. Os sintomas podem surgir ocasionados por um grande estresse de nível traumático, tendo origem emocional, como uma decepção amorosa, um rompimento, um sofrimento, uma perda, entre outros.(...) Fonte: sitesummit saúde.

Sendo assim, volto a perguntar, será opcional? Todos agora se preocupam com o "politicamente correto", todavia, será que estão fazendo o certo?

Vou contar o que é dor e sofrimento para mim, principalmente agora com fibromialgia.

Dor, posso definir como dois tipos: Dor física: é quando meu corpo dói, ou por um machucado, doença, e com a "FIBRO" (fibromialgia), sempre dói. Dor emocional: Como supracitado, as penas morais, as dores das decepções, amorosa... Sofrimento: esse é bem distinto existe os que temos pelas dores físicas e emocionais, porém que este último e o que mais dói dentre eles. Principalmente, que vem de quem amamos. Se eu tiver que classificar o sofrimento pelo pior, creio que é o vazio. Sim, isso mesmo, o vazio, quando você não tem motivação, esperança, não tem nada. Não, você não deixou de amar as pessoas, contudo, não sente mais a si mesmo. Principalmente quando a FIBRO afetou sua capacidade laboral, muitas vezes você não consegue nem pentear os cabelos; tirou teu prazer pela tamanha dor, já dispensa alguns passeios e atividade pois não consegues ser quem eras. Rouba teus sonhos, objetivos, metas, lutas. Arranca tudo!

Em alguns casos, até os amados, pois eles não compreendem. Doem como as pessoas te definem, no entanto, muito mais sofrimento quando acreditamos no que elas dizem, ou quando não conseguimos provar que não é verdade porque ela é incapacitante, mesmo durante o tratamento e não tem cura. Na realidade, o único desejo é dormir e não mais acordar!

Graças a Deus, eu ainda tenho por quem lutar e me segura e segurou todos os momento em que o corpo e a mente dizem: CHEGA, EU DESISTO!!! Eles me ressuscitaram do meu velório espiritual.

Não pense que as pessoas que cometem suicídio são covardes, na realidade elas não querem acabar com suas vidas, apenas acabar com o sofrimento. Nunca fiz isso porque antes do sofrimentos, em todas as formas, eu tinha uma vida maravilhosa e ainda tenho todos comigo. Apenas preciso aprender a lidar com a "FIBRO S/A" (Fibromialgia e Sintomas Associados).

Tiane d’Souz

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page